O simples azulejo branco

Uma maneira eficaz de visualizar uma transformação no seu espaço, é começar por elementos aparentemente simples mas que durante o processo criativo e no produto final, fazem toda a diferença.

 

Por estarem ao nível do olhar, as paredes de qualquer divisão têm um impacto enorme na vivência e qualidade do espaço. As suas cores, dinâmicas, padrões, etc., são essenciais para dar uma nova vida à divisão que pretende revitalizar.

 

Neste artigo apresentamos  soluções que irão certamente fazê-lo ver um lado mais intrigante e divertido, desta solução dita “singela”.

 

Imagine o simples azulejo branco, quadrado, com 15x15cm. Mais simples é impossível, certo? Contudo, são as vantagens deste revestimento que vamos falar e no fim apresentaremos também algumas sugestões de como utilizá-lo de uma maneira mais moderna.

 

Rapidamente e com uma pequena pesquisa de mercado, aperceber-se-á que, no catálogo de qualquer fabricante deste tipo de material, o azulejo branco (independentemente da forma e do acabamento) será sempre a escolha mais económica. Rapidamente chegámos à primeira vantagem deste material: é certamente a escolha mais em conta, caso tenha um orçamento mais reduzido.

 

Branco é sinónimo de versatilidade. Se a sua intenção é ter um aspeto limpo e simples, conjugar branco com branco é sempre uma boa opção. Se quiser introduzir uma nova cor, poderá fazê-lo de 3 maneiras distintas: utilizar o branco para realçar a cor; utilizar a cor para enaltecer o branco; ou harmonizando ambas as cores. O branco tem a capacidade de ao mesmo tempo realçar e/ou harmonizar, por se tratar de algo simples, cru, como uma tela. Não existe tom mais versátil que o branco.

 

Agora já conseguirá responder à seguinte pergunta: “Porquê utilizar este tipo de azulejo?” Tal como o branco, a resposta não podia ser mais simples, apenas duas palavras são necessárias, é barato e versátil.

 

Contudo, este material tem mais que se lhe diga, obviamente poderá optar por um assentamento simples, uma grelha quadrangular ou retangular sem grandes aventuras, ou escolher padrões mais divertidos e dinâmicos que sem dúvida irão elevar a sua nova divisão. Porque não aplicar os azulejos desencontrados? A meio, a um terço, são várias as opções. Deixarão certamente de ser apenas meros azulejos brancos.

 

Portanto, brinque com as formas e será surpreendido.

 

A segunda sugestão, esta apenas para os olhares mais astutos, é ver para além do azulejo.

 

Acredite ou não, as juntas (a argamassa de betume a aplicar entre os mosaicos) são essenciais para enaltecer o seu futuro compartimento. Imagine que pretende uma junta mais escura do que o azulejo – pode fazê-lo e nós aconselhamos vivamente, desde que seja um azulejo sem defeitos (categorizado como “de 1ª” em fábrica), ou seja, com uma forma regular e bem calibrada. Tem um pavimento mais acinzentado? Por que não assentar os mosaicos da parede com uma junta cinzenta que ligue com o mosaico do pavimento?

 

Acredite que o resultado final irá surpreendê-lo pela originalidade. A utilização de um simples azulejo branco pode resultar num espaço moderno e requintado, sendo ao mesmo tempo uma opção económica.

 

Tem alguma dúvida? Gostaria que abordássemos algum tema em específico? Envie-nos o seu feedback.

 

Nota: clique em cada imagem para conhecer a respetiva fonte.